`
 

A comida e as emoções


Quais as várias camadas que compõe a nossa relação com a comida? O que estamos nutrindo quando comemos? Como podemos olhar para a nossa alimentação de forma mais gentil e curiosa, sem tanto julgamentos e críticas?

 
 
 
foto fabiolla duarte.png

Fabiolla Duarte


educadora, mãe e criadora do Colher de Pau, um projeto que há 6 anos trata da introdução de alimentos dos bebês, comportamento alimentar das crianças e relação que as pessoas têm com suas comidas, tudo a partir da educação. Pra saber mais, segue a Fabi nas redes.

 

 

 

 

Desejar aquela torta feita com amor pela avó, mas não conseguir encaixá-la nas calorias diárias permitidas. Levar para a comida uma carência — ou excesso — sem saber exatamente do quê ou o porquê. Comer a sobremesa depois do jantar e passar a noite se culpando. Sentir o padrão corporal pairar à mesa em cada refeição. Se policiar o tempo inteiro. Nós, mulheres, sabemos: a comida carrega consigo um peso diferente quando em contato com o feminino.

Nessa imersão, através de teoria, conversas e vivências, queremos colocar nossa lupa voltada para uma investigação interna carinhosa e lançar luz a uma questão importante: o que estamos nutrindo quando comemos?

Sem receita de bolo, dietas mirabolantes ou julgamentos: para além da prisão estética, das regras nutricionais normalizadas e de reeducação alimentar. Vamos explorar nosso mundo interno, ganhar consciência da forma como nos relacionamos com a comida, entender nossos medos e questões e desenvolver ferramentas hábeis para lidar com ela de formas mais leves, benéficas e gentis conosco.


O que vamos explorar nesse encontro?

  • Ancestralidade e contexto cultural
  • Nossa história: infância e dinâmica familiar
  • Comida e as emoções: em que pé estamos hoje
  • Questões de gênero que tocam a nossa relação com a comida
  • Comida como ferramenta de autoconhecimento, autocompaixão e autocuidado

O que está incluso?

Dois dias de vivências em um grupo de 30 mulheres, com uma alimentação carinhosa: café da manhã, almoço e lanche da tarde - que serão feitos com cuidado pela Ana Fabrícia Tomaszewski, do Rizoma Orgânico, e estarão conectados à toda a experiência da imersão. 

Pra quem é?

Para as mulheres que querem explorar sua relação com a comida de forma mais profunda, com foco nas emoções e questões internas. Para aquelas que cansaram de dietas. Para aquelas que estão se conectando com outros jeitos de ver a saúde e o corpo. Para as que dão valor para a comida.

*Encontro aberto para assinantes e não assinantes da Comum

Quando?

Sábado, 5 de agosto , das 8:30h às 18h
Domingo, 6 de agosto, das 8:30h às 14h

Onde?

Rua Bernarda Luiz, n. 325 - Vila Madalena - próximo ao metrô Vila Madalena

Valor:

R$350 para assinantes da Comum
R$ 440 para não assinantes da Comum


 

Inscrições pelo Sympla:


Comida e as emoções | a trilha

Dentro da Comum estamos explorando uma trilha de conteúdos sobre Comida e as emoções. Nela, disponível só pras assinantes da Comum, estamos aprofundando o tema através de textos, vídeos, conversas no fórum e práticas. Se quiser saber como participar dessa trilha e das próximas, clica aqui

Área de login
Bem-vinda, (First Name)!

Esqueceu a senha? Mostrar
Entrar
Acessar área logada
Meu perfil Não é usuária? Cadastre-se Sair