`
Sentry Page Protection

Prática #2: Autoapreciação — um recurso precioso para uma vida mais compassiva

Colagem de Luciana Aranha (@Luspider) 

Colagem de Luciana Aranha (@Luspider) 

Pare e pense. Quando você recebe um elogio, como reage? Agora, vá adiante: quantas vezes você mesma apreciou seus atributos — sejam físicos, sejam psicológicos —?

Grande parte de nós, mulheres, tem uma dificuldade tremenda em olhar com carinho para nossos valores. Fomos educadas na lógica da humildade. Qualquer ação que fuja um pouco dessa regra é vista como narcisista, egocêntrica.

Mas autoapreciação passa longe de autocentramento. Quando olhamos para dentro e enxergamos, por exemplo, atributos que valorizamos, dos quais nos orgulhamos, podemos, também, vê-los projetados nos outros. É sobre isso que Carol Bertolino conversa com a gente. Atém do papo, Carol também divide um recurso benéfico para que coloquemos em pratica no dia a dia a autoapreciação — não como mais uma atividade da to do list, mas como um autocuidado do qual podemos lançar mão sempre que precisarmos olhar para nós mesmas com amor e cuidado. Dê o play para ouvir o papo completo. 

Vamos juntas? Lá no fórum, continuaremos a dividir dúvidas e trocar relatos sobre as práticas de janeiro.


Gabrielle Estevans é jornalista, editora de conteúdo e coordenadora de projetos com propósito. Na Comum, é editora-chefe, participante e caseira. 

Área de login
Bem-vinda, (First Name)!

Esqueceu a senha? Mostrar
Entrar
Acessar área logada
Meu perfil Não é usuária? Cadastre-se Sair