`

Só o orgasmo salvará 2017

Emagrecer? Guardar dinheiro? Estudar, parar de fumar, viajar? Já bombou a lista de metas para 2017? Bora colocar um pouco de sacanagem da boa para ajudar a atravessar os desafios do próximo ano? Trago aqui 4 singelos toques para trazer mais prazer ao seu 2017. Depois de um 2016 difícil, investir na própria delícia será uma forma de manter-se forte e consciente sobre o valor da nossa liberdade sexual. O gozo também é luta!

1) OLAR, clitóris! Investigue a fundo seu prazer

Não existe fórmula mágica para alcançar orgasmos explosivos. Mas é fundamental que uma ideia esteja bem clara: o que te dá tesão. Para saber, não vai ter jeito: coloque lá o espelhinho na frente da vagina, experimente tocar aqui, girar o dedo ali, apertar o mamilo, explorar o ânus. Vai por mim: você não vai perder nada!

Se você já se conhece anatomicamente bem, vale sempre uma reflexão sobre o que inspira ou não inspira o seu desejo: a atitude dx parceirx, a melhor hora do dia, os cenários mais excitantes, as fantasias. Descarte os clichês que não funcionam para você. Abrace suas esquisitices. Ou vice-versa.

É muito importante ter isso claro para que você tenha experiências sempre positivas no sexo. Não se conhecer implica em correr o risco de submeter seu corpo a situações desagradáveis e traumáticas, criando uma relação negativa com o sexo, que faz muito bem para o moral. 

Conhecer-se permite que você busque satisfazer seu desejo sem ressacas morais, assumindo um papel de agente do próprio prazer. Te ajuda a eleger parceirxs que respeitem o seu corpo, seu espaço e suas vontades. Também fica mais fácil colocar na mesa os termos dos quais você não abre mão ao negociar uma relação: séria, casual, hétero, homo, bissexual, monogâmica ou aberta. 

2) Faça de uma vez por todas as pazes com seu corpo!

Jogue fora a Boa Forma. Esqueça as caras e bocas da Alessandra Ambrósio. Todo corpo tem o potencial e o direito de sentir prazer, seja ele pera, ampulheta, redondo, quadrado ou longilíneo. Fui aprisionada em dietas sem sentido, pílulas para emagrecer e injeções para queimar gordura por muito tempo, mas, por sorte, na cama sempre me senti mais a vontade. Infelizmente, esse não é o caso de muitas mulheres.

Não deixe que a imposição de padrões de beleza te impeça de gozar. Os padrões de beleza das Angels da Victoria Secret's não têm nada a ver com o que é naturalmente belo. São apenas uma construção social voltada nos fazer consumir um determinado estilo de vida.

Curta a delícia da sua própria beleza e não deixe de se divertir por conta de improváveis bundas lisas photoshopadas. 

3) Sexo não é uma competição

Pare de pensar o sexo como como um treino de Crossfit. Não existe um roteiro de posições que você deve seguir, ou indicadores orgásmicos que você deve atingir. Você não é ruim de cama por não ter transas tântricas todos os dias. A sexualidade é um fenômeno muito particular e individual e não precisamos corresponder a nenhuma performance esperada.

Entenda como a sexualidade funciona para você e não dê ouvidos às amigas que se gabam por acrobacias específicas. Para mim, por exemplo, é muito raro gozar mais de uma vez durante a mesma trepada. Apenas um bom orgasmo já aveluda minha tez. Orgasmo com penetração? Pra mim não rola e vivo em plenitude com meus orgasmos clitorianos. Meu corpo funciona assim e eu o respeito. 

4) Então fica aqui

Desconecte sua mente do mundo exterior e fique presente. Os yogues não viviam bem à toa. Compromissos de trabalho, problemas familiares. Você não vai resolvê-los pensando neles na hora do vamo-vê, vai?

Sexo é uma daquelas viagens em que o trajeto é tão gostoso quanto o destino final. Aprecie cada sensação que surge através do toque dx parceirx, dos cheiros, dos gostos, do calor gerado pelo corpo. Divirta-se com os barulhinhos estranhos que eventualmente dão uma pinta. Experimente cultivar cumplicidade no olhar, seja com um parceiro fixo ou casual. A intimidade que o sexo proporciona é tão rara nas nossas relações contemporâneas que vale a pena ser celebrada. 

Não perca a oportunidade de experimentar a maravilhosa sensação de estrelar o melhor pornô de todos: as suas próprias trepadas.


A assinatura mensal da Comum dá acesso a parte fechada, que inclui as trilhas, o fórum, encontros só pra comunidade (on e offline) e desconto em encontros abertos ao público. Você pode pagar R$40/mês ou financiar uma mina que não possa pagar, com R$80/mês. Saiba mais aqui.


Aline Fantinatti: formada em relações internacionais pela PUC-SP, mas o que eu curto mais do que joguinhos de WAR para gente grande é o que, no fim das contas, iguala gregos e troianos: sexo. Nada mais humano que o desejo sexual. Entreguei-me a essa curiosidade há um ano e, desde então, me enfiei em algumas confusões deliciosas para estudar e falar de sexo, pornografia e, sobre tudo, formas de libertar o corpo e o prazer feminino. Eventos, textos, plataforma de Facebook. Cada dia uma nova forma de discutir e refletir sobre a sacanagem nossa de cada dia. 

Área de login
Bem-vinda, (First Name)!

Esqueceu a senha? Mostrar
Entrar
Acessar área logada
Meu perfil Não é usuária? Cadastre-se Sair