`
Sentry Page Protection

#7 Vídeo: Autocompaixão não é vitimização

Quando entrei em contato com a palavra e com o tema da autocompaixão pela primeira vez, há quase 2 anos, tive muitas dúvidas quanto ao que era de fato. O que significava.  

Mais ainda: ficava pensando como era me sentir autocompassiva. Porque antes de ser um conceito, uma teoria, é algo pra gente exercitar sentir.

Aos poucos, estou aprendendo que autocompaixão não é autocentramento. Não é auto-indulgência. Mas também não é vitimização. Tem a ver com gentileza, acolhimento e cuidado com si mesma. Sentir isso dentro.

Não se forçar a sentir, se obrigar. Isso pode gerar um processo contrário, de culpa e repressão.

É, carinhosamente, exercitar esse olhar cuidadoso e gentil, pra que cada vez mais ele brote mais naturalmente.

Então, hoje, seguimos a trilha com mais esse vídeo da Carol Bertolino, falando sobre coisas que podemos confundir com autocompaixão.

A ideia é que, ao longo da trilha - com os conteúdos e principalmente com as práticas - essa palavra vá ficando mais clara, e deixe de ser uma palavra. Passe a ser algo que a gente experimente no corpo e na vida.

Seguimos juntas.


Estamos no fórum -  Trilha #1: autocompaixão | Como podemos ser mais gentis com a gente? - trocando relatos sobre o conteúdo dessa trilha. Se tiver dúvidas ou vontade de compartilhar algo, chega mais. É bem importante trocarmos impressões e relatos pra seguirmos caminhando juntas.


Autocompaixão para mulheres: a primeira trilha da Comum

Desde quando o fórum nasceu, ano passado, notamos que a cura pras nossas questões começava dentro de nós. Ou passava necessariamente por isso: entendermos nossas emoções, necessidades e sermos mais gentis conosco. Resolvemos então nos aproximar do tema da autocompaixão e conhecemos a Carol Bertolino, que estuda o assunto há algum tempo. 

A trilha da Comum desse mês é sobre autocompaixão e autonomia afetiva pra mulheres. Vamos explorar o tema juntas, através de textos, vídeos, conversas no fórum e práticas. A trilha começou no dia 10 de julho e segue até o encontro. Você pode ver todo o conteúdo dela aqui.


Imersão: autocompaixão em São Paulo

Uma imersão de dois dias (27 e 28 de agosto), em São Paulo, guiada pela Carol Bertolino e só pra mulheres. Aberta pra assinantes e não assinantes. Saiba mais e se inscreva aqui. 


Anna Haddad é fundadora da Comum. Escreve pra vários veículos sobre educação, colaboração, novos negócios e gênero, e dá consultorias ligadas à comunidades digitais e conteúdo direcionado pra mulheres.

Caroline Bertolino é psicóloga, formada pelo programa Mindful Self-Compassion, da própria Kris Neff, e pelo programa Cultivating Emotional Balance, com a Eve Ekman e o Alan Wallace. 

Área de login
Bem-vinda, (First Name)!

Esqueceu a senha? Mostrar
Entrar
Acessar área logada
Meu perfil Não é usuária? Cadastre-se Sair