`
Sentry Page Protection

#11 Comida pode ser ferramenta de autocuidado

Nesse vídeo, a Melissa Setubal fala de como podemos usar a nossa fome e a comida para olhar para as nossas emoções e nossas questões de forma mais profunda. Para nos conhecer.

"O simples ato de observar já quebra o padrão do desejo, o padrão da fome emocional."

Nesse lugar de mais coragem e maturidade de encarar o que precisamos encarar, ficamos maior que a comida. E aí, podemos usar os alimentos para nos cuidar, nos acolher com amor e não mais como meio de punição, de esconder os problemas e varrer a sujeira para debaixo do tapete.

Essa estufada de peito diante das nossas questões com a comida, o acolhimento do que classificamos como "deslizes", a autocompaixão e o autocuidado são ingredientes da grande virada de chave do processo.

Só dá o play.

Seguimos juntas.


Anna Haddad é fundadora da Comum. Escreve pra vários veículos sobre educação, colaboração, novos negócios e gênero, e dá consultorias ligadas à comunidades digitais e conteúdo direcionado pra mulheres.

Área de login
Bem-vinda, (First Name)!

Esqueceu a senha? Mostrar
Entrar
Acessar área logada
Meu perfil Não é usuária? Cadastre-se Sair