`
Sentry Page Protection

#20 Relato de um encontro: um fim de semana e 17 mulheres se transformando juntas

[No último fim de semana aconteceu a imersão de autocompaixão e autonomia afetiva pra mulheres, guiado pela Carol Bertolino, madrinha da Trilha de Autocompaixão que rolou o mês de agosto todo aqui na Comum. Esse texto é um relato. Meu, não como fundadora da Comum, mas como mulher.]

Eu esperava que o encontro fosse forte, mas não como foi.

Abri ele contando pra roda de 17 mulheres ali, num sábado lindo de sol na Vila Madalena, que o tema da autocompaixão não veio à toa.

No começo do ano passei por várias situações emocionais difíceis, ligadas a um término de relação, questões pessoais e familiares, que me levaram pra um lugar escuro. E foi nesse momento de sofrimento que notei o quanto eu era dura comigo mesma: arrependimento, culpa, autocrítica e julgamento brotaram de montes. Eu não conseguia me acolher, me abraçar, me perdoar. Cheguei à adoecer fisicamente, perdi completamente o controle.

Foi então que olhei pra autocompaixão de verdade. Com carinho, abertura, como algo importante pra eu desenvolver. Um presente pra mim mesma.

Tudo o que eu precisava, naquele momento, era aprender a ser mais gentil comigo mesma. Deixar a Anna carrasca de lado e saber acolher minhas emoções, lidar com elas com mais equilíbrio. Desenvolver autonomia afetiva. Olhar pras minhas necessidades e entender como atendê-las, independente de um parceiro ou de alguém que ocupasse essa função de me dar o que eu precisava. Queria ser o meu próprio centro.

Então, tive a ideia de procurar a Carol Bertolino e fizemos um skype. No outro fim de semana, eu e Luiza, videomaker da Comum, estávamos em Porto Alegre, pra gravar um papo em vídeo com a Carol.

Na verdade, o papo era pra mim. Em todos os vídeos, a Carol está olhando pra mim enquanto fala.

Saí daquele dia em Porto Alegre pensando que precisava compartilhar aquilo com outras mulheres de um jeito mais profundo. Vi que autocompaixão era um tema de base, muito importante. Que perpassava todas as nossas questões como mulheres. Saquei que seria um primeiro passo lindo pras mulheres aqui na Comum, pra gente olhar pro nosso mundo interno e lidar melhor com nossas questões, sem tanta dureza e julgamentos. Pra gente começar a se transformar juntas.

Junto com a Carol Patrocínio e com a guia da Carol Bertolino, editamos cada texto da trilha, assistimos aos vídeos, fizemos as práticas. Nos abrimos no fórum, expusemos feridas no hangout, vivemos na pele esse processo. E foi incrível.

Mas a imersão do último fim de semana me pegou e me virou do avesso.

Éramos 17 mulheres totalmente diferentes, mas ali, com muitas questões compartilhadas que nos conectavam. Com uma qualidade de presença absurda. Dispostas, abertas, com intenção de nos cuidar, nos transformar, por nós e pelas pessoas que amamos, com quem nos relacionamos. E isso é absurdamente poderoso.

IMG_7216.JPG

 

A gente se olhou no olho, conversou sobre nossa mente autocrítica, meditou, chorou, transformou as falas em arte, dançou, trocou relatos e experiências. Pra mim, isso é empoderamento de verdade. Me reconhecer em outras mulheres, impulsionar os movimentos de vida delas e deixar que elas impulsionem os meus.

Saí da imersão cheia de uma tranquilidade que há tempos não experimentava. Com a sensação de que estou acompanhada - de mim e de outras tantas mulheres incríveis.

Essa semana, a trilha se encerra, mas o tema segue na gente, na nossa vida, nas práticas, no fórum. Isso aqui foi só o começo.

Seguimos juntas.


Algumas informações importantes:

1. A trilha toda está aqui, organizadinha pra quem quiser revisitar ou pra quem perdeu. Os relatos e trocas sobre autocompaixão seguem nesse tópico do fórum.

2. Aí vão algumas referências de livros que a Carol Bertolino deixou pra gente durante a imersão, pra quem tiver interesse:

- A coragem de ser imperfeito - Brené Brown

- Um coração sem medo - Thupten Jinpa

- A revolução do altruísmo  - Matthieu Ricard

- Felicidade genuína - Alan Wallace

- Self-compassion - Kristin Neff

- Radical Acceptance - Tara Brach

- True Refuge - Tara Brach

As práticas de meditação guiada estão todas aqui no soundcloud da Carol.


Anna Haddad é fundadora da Comum. Escreve pra vários veículos sobre educação, colaboração, novos negócios e gênero, e dá consultorias ligadas à comunidades digitais e conteúdo direcionado pra mulheres.

Área de login
Bem-vinda, (First Name)!

Esqueceu a senha? Mostrar
Entrar
Acessar área logada
Meu perfil Não é usuária? Cadastre-se Sair